Atendimento: [18] 3528-2130
Faça sua consulta ao Boa Vista SCPC
Para maior segurança, mantenha sua senha em sigilo, e em caso de mudança de operador solicite uma nova senha.

Especial: Entrevista com José Leonardo Cano Quintino, responsável pelo plano socioeconômico contratado pelo Multiplic – Fórum Permanente de Desenvolvimento

O Multiplic, Órgão criado para estudos e propostas para o desenvolvimento de Osvaldo Cruz e que nasceu a partir de uma ideia entre os membros da ACEOC, contratou, em maio deste ano, a realização de um plano socioeconômico junto à J. Quintino Consultoria & Pesquisa, empresa de consultoria de Maringá, Paraná, que é liderada por José Leonardo Cano Quintino. Osvaldocruzense, Quintino foi membro do CODEM, Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá, e ao longo dos últimos anos tem participado ativamente dos projetos estratégicos de desenvolvimento daquela cidade.

Fomos conversar com Leonardo e saber mais sobre o estudo que será desenvolvido para Osvaldo Cruz.

O Informativo: Leonardo, primeiro gostaríamos de saber como foi receber o convite para participar desse projeto em sua cidade natal?

Leonardo Quintino: Este é um projeto muito importante para Osvaldo Cruz e fazer parte desse processo é muito gratificante. A parceria começou a ser construída muito antes da demanda do socioeconômico, tive o primeiro contato com o Multiplic e seus coordenadores em 2018, quando participei de uma reunião do Fórum. Na ocasião, fui convidado a compartilhar os aprendizados e vivências de minha participação nos projetos em Maringá ligados ao CODEM e outras entidades da sociedade civil organizada, como o Centro de Inovação e a Aceleradora EVOA. Até assinarmos o contrato de trabalho foram várias reuniões, reflexões e alinhamentos que reforçaram o entendimento de que, de fato, Osvaldo Cruz requer um planejamento para pensar e construir o desenvolvimento do município. Estou muito feliz e motivado em participar deste movimento que tem o objetivo de pensar Osvaldo Cruz para o futuro.

 

O Informativo: Há quanto tempo você participa e qual é a sua função no CODEM?

Leonardo Quintino: Participei do CODEM entre 2013 e 2018, período em que estive à frente do Centro de Inovação de Maringá como diretor executivo, a entidade possui uma cadeira no CODEM. Além disso, em 2017, fiz parte do conselho técnico que auxiliou a consultoria internacional PWC na construção do plano socioeconômico “Masterplan Metrópole Maringá 2047”. Conduzi a construção do plano para o desenvolvimento do setor de Seguros e Intermediação Financeira, um dentre os quatro setores estratégicos selecionados para catalisar o desenvolvimento econômico de Maringá até 2047.

 

O Informativo: Estando tão próximo de um plano que vem dando certo ao longo de mais de 20 anos em Maringá, qual é a sua expectativa para o estudo que será realizado em Osvaldo Cruz?

Leonardo Quintino: o trabalho em Maringá começou em meados da década de 1990 com a criação do CODEM e do movimento Repensando Maringá, e vem se fortalecendo com o passar do tempo, principalmente com o desenvolvimento do plano socioeconômico em 2017. Hoje, as pessoas entendem a importância do protagonismo e do engajamento na construção de uma cidade desenvolvida, segura para viver e criar os filhos, com oportunidades para trabalhar e empreender. Considero que o ativo mais importante e valioso que Maringá conquistou ao longo dos últimos 20 anos foi uma sociedade civil organizada, ativa e focada em alcançar objetivos comuns. Acredito que o trabalho em Osvaldo Cruz precisa contar com o apoio e a participação ativa das pessoas, do poder público, das entidades e demais representações. As pessoas precisam decidir qual a cidade que desejam deixar para seus filhos e netos, e espera-se que seja, no mínimo, uma cidade melhor do que aquela que receberam de seus pais.

 

O Informativo: Como é feito esse estudo? Quais áreas serão abordadas?

Leonardo Quintino: De forma bastante resumida, teremos 2 fases para a construção do projeto. O primeiro passo será um diagnóstico amplo de Osvaldo Cruz: aspectos econômicos, demográficos, segurança, saúde, educação, mobilidade urbana, recursos naturais e fatores históricos. Serão analisadas mais de 70 variáveis para podermos compreender a realidade e os desafios do município. Nesta fase, teremos a oportunidade de conversar com as pessoas, por meio de uma ampla pesquisa com a população, e de entrevistar as lideranças locais para compreender as demandas e os anseios de quem vive no município. Afinal de contas, é um projeto da cidade e a participação dos osvaldocruzenses é fundamental. Posteriormente, serão entregues indicadores de desempenho para as principais áreas e cuja evolução poderá ser acompanhada ao longo do tempo. Concluindo a fase do diagnóstico, serão identificados, por meio de análises econômicas e modelos estatísticos os setores produtivos portadores de futuro e que impulsionarão os demais setores, promovendo o desenvolvimento do município. E por fim, faremos a segunda fase que contempla a criação da visão de futuro para Osvaldo Cruz, que será o guia para as ações ao longo dos anos, e o planejamento, com a criação de planos e estratégias para começar a pavimentação do futuro já em 2020.

 

O Informativo: Com a sua experiência vivida em Maringá, há como prever quais seriam os principais desafios a serem enfrentados em Osvaldo Cruz?

Leonardo Quintino: Acredito que ainda é muito cedo para afirmar quais serão os principais desafios a trabalhar. O projeto contempla muitas atividades para identificar, compreender e propor soluções para os maiores desafios de Osvaldo Cruz, o que o torna bastante robusto. No momento, o que chama a atenção é a atitude das lideranças que compõem o Multiplic, são pessoas muito engajadas e dispostas a construir e entregar um grande projeto para o município, e que contarão com a condução técnica da J. Quintino Consultoria & Pesquisa.

 

O Informativo: Você tem alguma previsão para que o estudo esteja finalizado e o planejamento apresentado?

Leonardo Quintino: Sim, o cronograma aprovado junto ao Multiplic teve início das atividades em maio deste ano e os trabalhos avançarão até abril de 2020, com a entrega dos planos de trabalhos das câmaras técnicas, que serão os grupos responsáveis por implementar os projetos e ações criados no socioeconômico. Portanto, teremos muito trabalho pela frente. Para auxiliar, está em processo de formação da governança local que ajudará a consultoria na construção do projeto, uma vez que não se trata apenas de um estudo, e sim de um planejamento estratégico do município.

 

Mensagem final: Gostaria de agradecer aos coordenadores do Multiplic pela oportunidade de construirmos juntos um grande projeto para a cidade e para as pessoas que desejam viver e trabalhar em Osvaldo Cruz, que impactará as gerações futuras. Acredito muito no potencial desta cidade e na capacidade das pessoas que estão conduzindo o Fórum. Gostaria também de ressaltar a importância do apoio e da participação ativa da sociedade na construção do socioeconômico. Precisamos construir um plano que faça sentido e que mobilize o máximo de esforços para desenvolvermos Osvaldo Cruz. Fica, portanto, um convite para toda a sociedade.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram @associacaocomercialoc

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para você!

Dúvidas?
logo Boa Vista SCPC

DICAS DE SEGURANÇA COM SEU CÓDIGO E SENHA DE CONSULTAS AO BOA VISTA SCPC

*Nunca informe seu código e senha p/ ninguém, nem para pessoas que se identificarem como funcionários da ACEOC;

*Não anote seu código e senha em local visível ou de livre acesso;

*Informe seu código e senha apenas para funcionário (s) de confiança e que precisam utilizar os serviços do Boa Vista SCPC apenas para sua empresa;

*Após a saída de funcionário (s) que tinha acesso ao Código e senha solicite a mudança na ACE Osvaldo Cruz;

*Para maior segurança a empresa associada pode solicitar para gerar um código e senha individual para cada funcionário que utilize o sistema de consultas.

A Associação Comercial informa que não se responsabilizará pelo uso indevido deste código e senha ou uso por terceiros, a utilização do código e senha será de inteira responsabilidade da empresa associada.

Qualquer suspeita de vazamento de código e senha comunique imediatamente a ACEOC pelo fone: (18) 3528.2130.