Presidente ACE Osvaldo Cruz“Estamos fazendo nossa parte.”

As expectativas que se tinham no fim de 2017 sobre a melhora da economia, não estão se concretizando. Apesar da queda dos juros, a economia não dá mostras de aquecimento.
Os problemas econômicos que estamos enfrentando são consequências das tomadas de decisões erradas de anos atrás, na esfera econômica.
O momento é de desconfiança por parte do empresariado, visto que a incerteza faz com que haja uma precaução em relação aos investimentos. Isso faz com que a economia não aqueça, pois, sem investimentos, não há crescimento e quem sofre, com isso, é a população. O desemprego é o reflexo de tudo isso.
Este panorama é nacional e os pequenos Municípios são os que mais sofrem.
Nossa cidade, assim como outras da região, sente na pele o problema do desemprego. Muitos pais de famílias não estão tendo como sustentá-las, muitos jovens não têm perspectiva de entrar no mercado de trabalho. A população cobra do Poder Público ações que tragam indústrias para a cidade e que as mesmas gerem empregos, mas é difícil. Nenhum empresário quer investir sem ter certeza de como será o dia de amanhã.
Os números do CAGED mostram, em nossa cidade, uma taxa negativa entre admissões e demissões nos últimos meses e isso é preocupante.
Apesar das dificuldades, não podemos cruzar os braços. Temos que agir. O Poder Público tem que correr atrás para minimizar a situação.
A Associação Comercial procura fazer a sua parte. Promovemos campanhas para atrair consumidores da região, para valorizar o comércio e outras ações. Tudo isso para fazer com que o comércio venda mais, pois, vendendo mais, novos postos de trabalho serão criados.
Afinal, todos nós devemos trabalhar para o crescimento do nosso Município!

Juntos somos fortes!

 

Edivaldo Marconato
Presidente da Aceoc